A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade...

sexta-feira, 13 de março de 2009

Rio Azul

Setúbal, eu tenho pena
de não te poder cantar.
Tu és mote de um poema
que ninguém pode ensinar

Se há beleza em qualquer lado
se valesse algum dinheiro
com a princesa do Sado
comprava-se o mundo inteiro

Onde é que existe um rio azul igual ao meu
que em certos dias tem mesmo a cor do céu,
minha cidade é um presépio é um jardim
queria guardá-la inteirinha só para mim.

Setúbal terra morena
onde tudo fica bem,
tens a beleza serena
no rosto de minha mãe.

Ó rio Sado de águas mansas
que pró mar vais a correr,
não leves minhas esperanças
sem esperanças não sei viver.

Onde é que existe um rio azul igual ao meu
que em certos dias tem mesmo a cor do céu,
minha cidade é um presépio é um jardim
queria guardá-la inteirinha só para mim.

(Local: Portinho da Arrábida)

4 comentários:

Sandra Rocha disse...

O poema mostra a beleza do seu rio azul :)
Beijos e bom fds.

Pizarro disse...

Me gusta mucho las fotografias y a ti tambien te gustan voy a seguir tu blog, es genial,un saludo.
Pizarro.

Pizarro disse...

BONITAS FOTOS UN SALUDO
PIZARRO

Su Chua Phin 徐蔡斌 disse...

Very beautiful sky and water :)

Marvellous !