A esperança não é um sonho, mas uma maneira de traduzir os sonhos em realidade...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Convento da Arrábida


A fundação de um convento na serra da Arrábida resultou de um encontro em fins de 1538 ou princípios de 1539 no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, em Espanha, de D. João de Lencastre, 1º Duque de Aveiro, com Frei Martinho, um religioso castelhano da Ordem de S. Francisco, filho dos Condes de Santo Estevam del Puerto. O frade confessou-lhe que desejava fazer uma vida eremita, dedicada exclusivamente a Nossa Senhora, e o duque ofereceu-lhe a serra da Arrábida, onde, como já se referiu, existia uma ermida aberta ao culto em que se venerava a imagem conhecida por Nossa Senhora da Arrábida. Alcançada a 23 de janeiro de 1539 a licença necessária do Padre-Geral da Ordem Franciscana, Frei Martinho veio para Portugal na companhia do leigo Frei Martinho Navarro e instalou-se na Arrábida a 23 de Setembro do mesmo ano. o local parece ter impressionado tanto o religioso castelhano que o cronista Frei António da Piedade lhe atribui, na altura da chegada, a frase «se não estou no Céu, estou nos seus arrabaldes».


(Local: Convento da Arrábida)

6 comentários:

Rui Caetano disse...

Uma nota histórica interessante.

Su Chua Phin 徐蔡斌 disse...

Truly beautiful Carlos ...

White wall with orange color roof houses ... one beautiful vacation dream :)

Emanuel Azevedo disse...

Um belíssimo registo. Os meus parabéns! Um forte abraço do meio do Atlântico e boas fotografias.

Remus disse...

Bonita composição.
As casas e a envolvência da vegetação, estão em grande harmonia.

Helena Paixão disse...

Gosto deste enquadramento fechado que destaca o conjunto de edificios do convento. Óptima composição!

Bjs

pedro a. cruz cruz disse...

Muy bella